Cultura


Pesquisadores reconstroem em 3D rosto de brasileiro de 2 mil anos atrás; imagens


Data: 22/03/2018

Face de Ernesto foi apresentada nesta quinta-feira (22) no Museu Nacional do Rio de Janeiro. Professor de faculdade de Campinas (SP) foi responsável pela parte tecnológica do processo.

seu Nacional da UFRJ apresentou nesta quinta-feira (22) a reconstrução em 3D do rosto de um brasileiro que viveu dois mil anos atrás na área onde hoje fica Guaratiba, zona Oeste do Rio de Janeiro. Ernesto, como foi batizado pelos pesquisadores, possui características bem diferentes do povo indígena moderno.

"O Ernesto joga um novo olhar em cima dessas populações que viveram há bastante tempo, mas não têm relação direta com os índigenas de hoje em dia", ressalta o professor Paulo Miamoto, responsável pela parte tecnológica da reconstrução.

Continue lendo Clique Aqui