Justiça


Mãe de Geddel e Lúcio, Marluce Vieira Lima será julgada em Brasília, determina STF


Data: 16/11/2018

A decisão foi divulgada na terça-feira (13) pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determina que a mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima, Marluce Vieira Lima, seja julgada pela 10ª Vara Federal de Brasília.

A matriarca dos Viera Lima é ré no processo que apura a origem dos R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador (BA). Todos os réus no caso respondem desde maio deste ano pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. Geddel está preso desde o ano passado no presídio da Papuda, em Brasília.

No final de outubro, a defesa de Marluce alegou problemas de saúde e ela não compareceu para prestar depoimento. Segundo Fachin, o fato de Marluce não ter sido ouvida paralisou o processo. “À luz desse cenário, constato que a marcha processual atualmente encontra óbice ao seu prosseguimento, inicialmente, em razão das condições de saúde da denunciada Marluce Vieira Lima, cujo quadro clínico certamente será objeto de reavaliação médica oportuna, não havendo garantias de que ao final do prazo de repouso estipulado no atestado acostado aos autos será possível a realização do seu interrogatório”, destacou.

Fachin desta que o “grau de indefinição” confronta a garantia constitucional da razoável duração do processo, ainda mais porque Geddel está preso. Além disso, o ministro citou ainda que a lei prevê a separação do processo desde que não haja prejuízo para os acusados.
Fonte: Site radardabahia.com.br